hermes e renato

Em uma reunião familiar chegamos a conclusão que a geração atual da família acaba conhecendo mais dos ofícios de construção e reparos de uma casa que a maioria das pessoas. Eu, meu pai, minha mãe e minha irmã, mais a ajuda esporádica de um parente (praticamente minha família inteira) construímos a casa aonde hoje moramos. Isso vem de família, que tem origem humilde das regiões rurais de Minas e Ceará, que indo para “cidade grande” no começo sempre acaba por pegar empregos do tipo.

A parte divertida disso tudo, é ver que não se fazem pedreiros como se fazia antes… Por nossa “vantagem” conseguimos ver quando a palhaçada vai desabar antes de acontecer. E o mais engraçado é que tem umas figuras que ainda se gabam, falam que é muito difícil, pedem preços absurdos… Hoje mesmo recebi um pequeno jato d’agua de mangueira devido a um erro de calculo integral do pobre ajudante que molhou a mim e quase meu notebook. A sorte é que minha consciência, aquela que me lembra do valor que paguei pelo notebook, habilidosamente ampliou meus reflexos. Salvei a tempo. O que eu chamaria talvez, de puro instinto financeiro

Mais uma Classe (Quase) Prestígio. Ai estão eles…

Classe (Quase) Prestígio – Pedreiros da Puta que Pariu

Khalmyr, Deus da Justiça olha apreensivo… A construção do labirinto abaixo da estátua assim como a propria estátua de Valkaria estavam demorando mais que ele esperava. E a quanto custo! Quanto mais ele criava ou mandava forjar por seus servos, mais aqueles construtores lhe pediam mais.

Severino Quartzolit (Ué, você achava que esse nome tinha vindo de onde?), um pedreiro épico, que já fez milhares de empreitadas divinas, muitas delas perigosas, como a criação de um lugarzinho curioso que resolveram chamar de “terra” (curioso para Severino, levando em consideração 70% do lugar era feito de água, e vocês não sabem o trabalho que foi encher aquela porra toda…) estava indo em direção a Khalmyr. O olhar manso daquele homem incomodava até o Deus da Justiça. Severino seria o único capaz de construir tudo a tempo, mas a que custo? Nimb deveria estar rindo da cara dele nesse momento…

-Mais 2 anos…

2 ANOS? Está louco homem?

-2 Anos. O labirinto deu problemas. O chão amarelo com bolas roxas da sala de Tenebra foi mal colocado pelo meu primo de septingentésimo grau. Sua suíte também esta mal projetada. Infelizmente ela misteriosamente adquiriu um formato de pirâmide. Genésio meu tatatataravô estava muito apressado. Fechou contrato para construir o que chamamos de apartamento para um tal de Sergio Naya e fez tudo errado.

Khalmyr abre a boca em um gesto interrogativo que arrepiaria o mais fervoroso fiel.

-Mas… Mas… Quem pediu chão amarelo com bolinhas roxas?!? Piramide?!? SUITE??!? Eu não mandei fazer isso!!!

-Eu sei Seu Khalmyr… Mas fizemos para agradar. Venha vou lhe mostrar, você vai ver que ficou muito melhor! Quando fiz a Torre de Pisa não queriam ela do jeito que ela está hoje. Bom, ninguém entra ou usa ela… Mas ela virou atração turistica!

Severino se afasta chamando com um aceno Khalmyr, deixando a divindade ainda mais perplexa… Ele tenta lembrar quem havia lhe recomendado o pedreiro. Mas quando lembrou quem havia lhe recomendado desistiu de questionar. Em um ato bem brasileiro pensou: Relaxa e goza.

Quem havia recomendado era Hynnim

Dados de Vida: D12

Pré-Requisitos:

Pericias: +8 em pelo menos 1 desses Ofícios: Alvenaria ou Carpintaria
Perícias de Classe
As perícias de classe de um Pedreiro da Puta que Pariu(e a habilidade chave de cada perícia) são: Adestrar Animais, Cavalgar, Escalar, Natação, Ofícios.

Pontos de Perícia a cada Classe: 2 + modificador de Inteligência

Habilidades de Classe

Armas e Armaduras: Qualquer coisa. Mesmo que dê penalidade, eles não ligam muito pra isso…

Redução de Dano: No nível 1 devido a grande quantidade de batidas, choques e acidentes todo pedreiro reduz o dano de ataques em valor igual a +1/-. Esse valor aumenta em +1 a cada nível da classe.

Invocar Familiar (Familiar mesmo…): No nível 2 e com uma família poderosamente extensa, todo familiar pode se lembrar de algum parente que faça nem que seja mais ou menos algum dos subtipos de ofícios. O teste para se lembrar é igual a 1D20 + Nível de Pedreiro contra:

5 – O parente do pedreiro não sabe nada. Mas engravidou uma prima de quadringentésimo grau e pra construir o puxadinho na cada dos pais precisa da grana.

10 – O cara precisa viver disso. Não gosta, mas precisa.

15 – O parente tem níveis na classe pedreiro da puta que pariu (cuidado!)

20 – Ele é um pedreiro famoso. Escondeu bem suas cagadas…

100 – Um pedreiro perfeito. Fez graduação em Harward e nunca fez uma cagada. Infelizmente olha que dificuldade…

Lei de Murph para a Engenharia Civil – Faça maior. Encaixe na porrada: Nunca a coisa sai do jeito que imaginamos. Para um pedreiro da puta que pariu então…

A partir do nível 3 em situações aonde o objeto é maior que o espaço aonde ele deva passar (UIA!), o pedreiro faz um teste igual a 1D20 + nível da classe pedreiro. Se ele tiver tempo pode escolher até 20 no teste como uma perícia.

As proporções e suas devidas dificuldades são:

10 – Alguns centímetros a mais. Mole!

15 – Alguns metros a mais. É nois!

20 – Kilometros mais! Demora. Mas com jeitinho, se chamar pra sair e pagar um cervejinha, entra!

O objeto passa. Agora aonde ele passou….

Cantada de Pedreiro:

-Olha que princesa!

-Psiu!

-Se verde é assim imagina madura!

(Segundo a Matilha, a Ray saberia alguns piores…)

A partir do nível 4, mais que falar cantadas enfames, os pedreiros ganham uma percepção aguçada quanto ao sexo feminino. Se uma mulher, mesmo a mais feia, que passar a 9 metros do pedreiro, ele perceberá, mesmo se ela estiver andando furtivamente ou fora da área de visão do pedreiro. Caso a falta de percepção da mulher seja devido a magia ou pedreiro faz um teste de 1D20 mais nível do pedreiro contra10 + nível da magia para perceber a mulher.

“Estrombago” de aço: No nível 5 o pedreiro devido a sua dieta requintada e muito nutritiva se torna imune a qualquer veneno que precise ser ingerido. Comida estragada ou coisas do tipo idem. Nada afeta seu estomago.

E pra finalizar… Nada melhor que o Clássicos dos Clássicos de Hermes e Renato. Pedreiros da Puta que Pariu! (Você não conhece Hermes e Renato! Herege!)