Visitando meu Mybloglog encontrei alguns blogueiros rpgistas americanos (ou estadunidenses, ou norte-americanos… Escolha de acordo a sua religião…) e parei para refletir que diferente das matérias para o Mundo Voip, todas praticamente retiradas de sites americanos, o conteúdo do Dados Limpos se limita a minha mente, dos meus jogadores e dos blogs brasileiros de rpg. Talvez por que eu perca muito tempo lendo artigos em inglês e por isso eu não tenho saco para essas coisas no Dados Limpos…

Mas infelizmente eu não resisti :D

Esse final de semana devo estar colocando no meu blogroll uma série de blogs interessantes sobre RPG que não são brasileiros.

O que me impressiona é que blogs como o meu, que existem mais pra discutir criação e fatos cosmo-fisico-politico-socio-econômicos das mesas de RPG são poucos. A maioria que eu vejo se resume e disponibilizar downloads de pdfs, dar noticías do que vem lá de fora e contar por escrito um dia de campanha.

NÃO! (NÃO DENOVO! se você ainda não se convenceu…)

Não estou falando que o blogueiro que fala de RPG e faz isso tem um blog ruim e que o meu é melhor (nhenhenhenhe!)… Estou falando que blogs que buscam uma proposta parecida a minha – que não é uma proposta melhor que as outras, é uma proposta apenas – são poucos.

Estamos começando agora a ter o luxo de podcasts, A Matilha prometeu seu primeiro (e talvez único) para hoje ainda (propaganda sem fins lucrativos, mas se quando eu der uma passada lá em Curitiba me pagarem uma bebida eu não reclamo :D), o louco do Trevisan e seu labolatório já esta no seu segundo podcast vejam só… E a Critical Hits no décimo quintoEu devo até comentar sobre eles aqui no blog, mas podcast do Dados Limpos acho muito difícil (eu no máximo faria um Morsecast), só se os doidos dos meus jogadores resolverem fazer algo entre eles…

Somos blogs de um nicho, mas um fato que sempre observei é que quase todo rpgista trabalha/gosta de informática e quase todo blogueiro segue o mesmo perfil e gosta de RPG… Muitos do que leem esse blog são profissionais da área de informática (até o phil que vos fala…) então me parece mais fácil entrar em contato com outros blogs que se imagina. O que falta é participação maior na blogosfera.