O mais divertido do bêbado na minha sincera opinião é o fato de cada pessoa reage diferente ao álcool quando consumido em excesso. Alguns choram, outros ficam risonhos, outros fazem podcasts, outros criam blogs… Existem muitos estereótipos, mas o bêbado definitivamente é uma figura imprevisível.

Quem iria dizer que eu já brinquei de barquinho com o champoo do banheiro e já agarrei gente que prometi que nunca agarraria? Estar bêbado é um estado muito curioso, e em D&D até agora procurando não achei nada satisfatório quanto a descrever essa figura tão comum. Esse artigo vem por desvendar e dar algumas dicas de o que seria ter um personagem bêbado. Se não for usado pelo menos vai fazer a gente rir um pouco…

Os Tipos de Bêbados

Toda pessoa tem uma resposta diferente ao excesso de álcool. Seu comportamento muda e algumas vezes isso até mesmo lhe concede certos bônus curiosos…

Role 1D10 e vejamos que tipo de bêbado você será:

 

1 – Amigão: Familiares, amigos, desconhecidos, inimigos… Pouco importa se é o filho da puta do taverneiro ou o Dragão vermelho que quer seu tesouro de volta… Todos eles estão no seu coração e você faz questão de abraçá-los todos, pedir desculpas umas mil vezes por algum motivo obscuro ou não e bater novamente no coração só pra confirmar a sua amizade…

Regras: Aliados ou adversários, todos ficam desnorteados com as declarações etílicas de amizade e então o agraciado pelo bêbado sofre um efeito similar a magia Pasmar que vai demorar 1d4 rodadas. Misteriosamente você ganha um bônus de +4 em agarrar, mas raramente acredito que você use isso intencionalmente…

 

2 – Chorão: Ninguém te ama e ninguém te quer. Você chora e lembra que foi corno, que sua unha encravou ou por que morreu o pedro de lara, que seu grupo todo morreu… Pouco importa, o que importa é que você está triste e bebendo você cura as magoas, fica mais triste e bebe mais ainda…

Regras: No primeiro contato com o bêbado a choradeira gera um efeito a os que presenciam sua cena idêntico a magia Acalmar Emoções devido ficarem com pena do indivíduo. Depois de presenciar isso pela terceira vez o efeito é similar a magia Fúria…

 

3 – Destemido: O bêbado destemido não tem medo da carruagem que vai te atropelar, do monge lutador de não-sei-o-que-Jitsu e nem daquela mulher feia do cão que ta te dando mole. Você é um homem sem medo, você provavelmente não tem cú (por que quem tem medo tem cú).

Regras: O bêbado se torna imune a todo tipo de medo sobrenatural, mágico, real ou o que for…

Nota: Piada com direitos registrados pela Matilha e a Ana.

 

4 – Arrependido: Pedir desculpas nunca é demais. Você pede desculpas pelas piores atrocidades que você poderia ter feito na cara mais limpa do mundo, abraça umas 300 vezes cada pessoa e inventa (ou não…) uma nova merda que você fez para pedir desculpas novamente. esses são os típicos bêbados que vão atrás do perdão da namorado, da mulher ou da família.

Regras: Enquanto o alvo das desculpas não perdoar o bêbado ou pelo menos trocar um papo descente com ele, o bêbado ganha 2d10 pontos de vida, acrescentando ainda os devidos bônus de constituição e recebe + 2 em todos os testes de resistência.

 

5 – Enigmático: Bom… Não que você fale alguma coisa enigmática, não da pra entender mesmo. As misteriosas áreas inexploradas do seu cérebro lhe permitem dissertar sobre assuntos que talvez jamais tenha existido como discussões sobre o sol mecânico ou acefalidade dissonante e por ai vai…

Regras: Você ganha a capacidade de fazer códigos de complexidade incrível permitindo mais sigilo de qualquer informação que você passe. O problema é que é tão caótico e confuso que só você mesmo entende. Você recebe +20 em blefar para passar uma informação oculta junto ao o que você fala e tudo o que você escreve exige um teste 20 de decifrar escrita.

Nota: Se o personagem não estiver mais bêbado, ele mesmo vai ter que fazer um teste 20 de decifrar escrita para entender o que ele escreveu…

 

6 – Dorminhoco: Ok, você dorme…

Regras: Considere-se sobre o efeito da magia sono. Você dorme por 1D20 horas…

 

7 – Bêbado Piranha: Você vira o Dom Juan, acha que pode conquistar todas e tenta realmente. Mesmo que essa seja aquela orc toda cabeluda ou sua tia… Mero detalhe…

Regras: Você recebe um bônus de +5 contra Dragões…

 

8 – Mergulhador: Você sente vontade de extravasar sua energia mergulhando nem que seja em uma bacia de água. Qualquer pequena quantidade de água acumulado é pretexto para você mergulhar em seu salto olímpico…

Regras: Você não ganha nada… No máximo você morre afogado.

 

9 – Dançarino: Você pode não saber dançar, mas agora você sabe… Ou pensa que sabe para ser mais exato.

Regras: Bônus de +10 em atuação (humor)… (haaaaaaa… você achou que ganharia em dança? huahuahuahauha)

 

10 – Sincero: Você é a pessoa mais sincera do mundo, não mentirá sobre nada nem ninguém. Mesmo que isso custe algumas (ou todas as amizades). Mesmo aquelas peças de ouro que você roubou na encolha, nada escapa.

Regras: Considere-se sobre o efeito da magia Zona da Verdade por 3d6 horas.

Nota: Não que isso seja sempre usado, mas pode ser divertido caso em algum instante seu personagem fique bêbado o mestre pedir uma rolagem pra ver como você vai ficar… Obviamente isso causa muito problema. Vale lembrar que aceito sugestões, podemos adicionar mais e quem saber chegar a uma rolagem com um d20 senão algo maior?

 

O próximo post também complementa esse. Por ser um assunto tão… Tão… Familiar, devo depois acrescentar mais detalhes sobre o assunto. :D