A Ray da Matilha escreveu um otimo post sobre mulheres e a beleza no rpg e ao brincar de Dr. Love recebeu a visita inesperada do mesmo:

Dr. Love said,

Janeiro 4, 2008 at 19:11

E olha que entendi todo o seu post, já joguei algumas partidas de RPG, divertimento bem interessante, apesar de que eu sempre tinha vontade de entortar as regras com fins um tanto quanto libidinosos.

Adorei isso! Não ha nada de anormal em alguém ter jogado RPG, mas uma figura importante como o Dr. Love assumindo que jogou me lembra que temos que interagir mais com a blogesfera. A maioria com certeza se não já jogou tem uma boa noção do que é e que não é definitivamente um “jogo demoníaco”…

O desafio aqui é ir além de posts tão especificos sobre RPG. Como podemos chamar atenção de outro publico, esse não é jogador de RPG ou jogou pouco? Nesse blog minhas sessões de humor mesclado ao RPG ganharam a simpatia de gente que nem ao menos jogou direito ou jogou muitíssimo pouco.

A idéia talvez seja botar o RPG no meio da discussão. Como uma referência, mistura-lo para gerar uma crítica (bem humorada por que não?), pelo menos assim atraimos atenção de outro publico, mesmo que ainda pequeno, mas que vai além de RPGistas para nosso blog.