Acharam a pergunta meio sem sentido? Estava lá eu em meio a uma partida de RPG e de repente um diálogo aleatório – muito comum no meu grupo – surge sobre as pessoas pela europa que estão assumindo (por puro fanatismo) o jedaismo, que seria a religião dos Jedis. Nada contra, cada um acredita no quiser, até no Lula ainda acreditam, fazer o quê?

Fato que após disparar essa afimação o Alberto se lembrou de um rumor, um burburrinho, que surgiu entre os rpgistas, pelo menos aqui do rio, sobre tornar o RPG uma religião. Falava-se em um número necessário de fiéis e que ao se comprovado o RPG como religião teriamos então poder para calar a boca de quem falasse mal de nós, seriamos religião agora. Quanta palhaçada…

gato.jpg

Olha o gato de peruca rindo de você rpgista… imagem extraida de uma matéria do papo de homem que alias, estou devendo um texto…

Se foi verdade ou não, fico me perguntando de que cabeça surgiu tal ideia tão… tão… tão… a deixa pra lá! O povo que joga RPG (ou errepegê, como diz o sapo) não deve ter muita noção das coisas, será que a massa rpgista é composta quase toda por texugos?

Não, tornar o RPG uma religião de forma alguma resolve a situação, minha opinião pelo menos. Como comentou o Tsu, no máximo, agora se tornaria legal o sacrifício humano em nossas partidas, nada de fazer isso as escondidas ( mas concordo com ele, nada de sacrificar virgens ;D). Cemitérios? Obaaaaa… Que tal andar com roupas de Liveaction no meio da rua? Agora somos todos parte de uma religião, acreditamos que isso irá nos salvar, estamos acumulando xp nessa grande campanha da vida (alguns outros players usariam outros nomes)…

missa rpgistica

Fiéis reunidos para o um novo culto partida

Ah sim! Matar os pais faz parte do ritual de inicialização do rpgista, o Pastor Mestre mandou, temos que obedecer, com certeza meu senhor! Alias, vendo por esse angulo, parece que as autoridades nos veem como uma religião mesmo, só pode. Igreja Universal do Counter Strike, a Assembleia de Caim, ou minha preferida, Igreja RPGistas Universal Evangelista do Sétimo Turno do Dado Cinza (por que cinza é cor de macho, se fosse azul, teria que ser azul marinho e mesmo assim o sujeito teria que andar com uma pistola na cintura só pra me garantir…).

Oremos.