“Após seguir fielmente os passos do Dr. Orima para arrumar uma presença feminina ao grupo, acabamos por descobrir que o mestre é facilmente manipulado pelo “excesso” de progesterona na mesa, o que tem influenciado para que em nossa campanha apareçam NPCs “com tendências ocultas”. Afinal, o que foi aquele gnomo vestido de rosa saltitante e feliz que dizia “Oi Miguxuuu” e bajulava a “mocinha do grupo”? Estamos desesperados pois agora tirar um 20/20 já não é regra válida pra poder matar essa maldita! O que devemos fazer pra acabar com isso? Por favor nos ajude, não aguentamos mais isso!!

sliipzinn”

Olá a todos. Após a pausa de três semanas na qual todos sentiram minha falta, estou de volta. Para aqueles que não sabem, sou Dr. Orima, quinto cavaleiro do apocalipse, e o único mestre de GURPS d20 conhecido na atualidade (Porque ninguém conseguiu decifrar aquelas tabelas de familiares ainda). Não vou dizer o porque estive ausente, até porque não é nada de real interesse público.

O jogador que me mandou a dúvida acima parece enfrentar um grande dilema. Depois de usufruir de meu conhecimento apresentado em um post anterior, o cidadão agora enfrenta um desafio que alguns jogadores acabam tendo que confrontar: Um mestre que decidiu jogar tudo para o alto e se revelar como uma flor.

Antes de começar a buscar soluções, quero deixar bem claro que jogar a culpa da súbita mudança que seu mestre sofreu na pobre jogadora recém adquirida é pura idiotice. Seu mestre já devia estar esperando por uma oportunidade de se mostrar como realmente é há muito tempo. Ele apenas não havia encontrado uma boa oportunidade para fazer isso.

Agora que já esclarecemos esse ponto crucial, vamos analizar os fatos: Não tenho nada contra esse tipo de mestre, mas concordo que essa situação deixa os jogadores em uma saia justa. Como dizer ao mestre que nem todos os NPCs precisam virar purpurina quando morrem? Como evitar ser paquerado pelo velho louco da taverna? E mais importante, como evitar virar a mesa e arremessar o livro do jogador na testa do mestre sorridente?

Seguem abaixo algumas alternativas para tentar voltar a normalidade:

1-) Não recomendo o uso de violencia. Não ia servir para muita coisa (sim, vocês teriam um certo alívio em relação ao estresse, mas esse alívio seria apenas momentaneo), e no final vocês teriam que encontrar outro mestre.

2-) Uma boa conversa talvez se mostre acertada. Com um pouco de esforço, talvez você consiga fazer com que seu mestre entenda que os jogadores não estão satisfeitos com o excesso de rosa choque demonstrado na campanha.

3-) Trocar de mestre também pode ser uma boa solução. Mas se você vai fazer isso, então vá logo para a opção 1 e divirta-se.

4-) A solução final seria dar para ele o excelente “Mulheres Machonas Armadas Até os Dentes”, um RPG clássico que atualmente possui uma versão d20, no qual os jogadores encarnam mulheres com um alto nível de testosterona. Sim, eu sei que isso não vai resolver de forma alguma seu problema… Mas parafraseando o antigo ditado, se não pode vence-los… Junte-se a eles!

Dr. Orima, que felizmente nunca jogou com um mestre que saiu do armário…

Você anda tão atormentado com dúvidas que surgem em sua mesa de jogo que não consegue fazer mais nada? Podemos ter a solução para seu problema! Mande um email para felipedesmelo@gmail.com com sua pergunta. E talvez você será atendido…