Já falei da minha opinião sobre adaptações não falei? Olha o que o Itiro a MC Zanini falou no AtsumiRPG:

 

Adaptar séries de sucesso e outras expressões culturais para a linguagem do RPG não é nenhuma novidade. Jogadores, Mestres, revistas e editoras vêm fazendo isso há anos. Eu sempre achei que a coisa mais importante numa adaptação desse tipo seria capturar o espírito ou tema da série e reinventá-lo com novos personagens criados pelos jogadores, mas o que mais se vê é a tentativa de reproduzir ou simular os protagonistas e antagonistas da própria série para recontar a história de um outro jeito, muitas vezes sem o menor compromisso com a verossimilhança. Não contesto que muita gente se diverte com isso, mas acho que, assim como eu, algumas pessoas talvez queiram algo diferente. Numa possível adaptação de Lost, eu não gostaria de interpretar Kate, Shannon, Rousseau, Jack ou Sayid, mas acho que adoraria encarnar um dos sobreviventes anônimos do vôo 815 da Oceanic Airlines.

Mais um que pensa comigo, na mosca. O post é sobre o premiado rpg Primetime Adventures, confiram:

http://atsumirpg.net/node/43

Anúncios