Imagine que seu personagem esqueceu quem era. Ela não lembra quem é e precisa entender por que aquelas criaturas estranhas estão te seguindo ou por que aquelas pessoas te chamam por tal nome. Faça uma experiência, pegue seu personagem ou o personagem de um outro jogador e imagine um evento que o deixaria sem memórias. Agora imagine que tudo que ele estava vivendo é novo para ele. Não parece divertido?

Uma forma interessante de fazer um jogo com um personagem sem memórias é dar ao jogador aos poucos “pontos de memória”. Esses pontos são gastos para se comprar perícias e outras capacidades que se relacionam ao conhecimento esquecido. O personagem começa sabendo no máximo seus atributos básicos e o resto, de tempo em tempo a escolha do mestre, eles vão ganhando pontos de memória para gastar para lembrarem de algum detalhe de sua ficha.

Vale lembrar que detalhes óbvios não precisam ser gastos para ser lembrados como, por exemplo, alguma desvantagem relacionada a aparência.

Vou escrever aqui um miniRPG usando o sistema aberto Fudge que segue a idéia de jogar com alguém que nem lembra quem é e o que pode fazer. A ficha e a vida do personagem são literalmente uma folha em branco. espero que gostem.