D&D 4º edição


 

macaco.jpg

Warlock ou Warlord? Duvida Cruel…

Falta 1 dia para o lançamento da nova edição de D&D. Nos fóruns e listas as pessoas se xingam, choram, adoram, dão triplos carpados invertidos de alegria… Reações naturais, ame ou odeie, a nova edição chegou.

Um marco? Uma revolução? Difícilmente. Gostei de várias sacadas da nova edição, depois do lançamento vou colocar elas aqui em posts separados ou não. Vai muuuito do depender do meu tempo que anda meio apertado.

Mas dizer que ela é revolucionária é difícil de engolir. Talvez a 3.0 por que de AD&D pra D&D 3.0 ha diferenças mais consideráveis. Existe talvez uma mudança de visão no papel de classes clássicas, mas não acho que ela venha a incomodar, vejo isso pelos meus jogadores que devem falar algo sobre isso em algum momento.

Mas por que fiz um tópico como esse? Por que existem sessões clássicas no Dados Limpos que vão ser alteradas com a nova edição. Não haverá mais por exemplo Classes (Quase) Prestígio. Elas não existem mais na nova edição e acompanhando a mudança terão um novo nome e uma forma que acompanha a nova visão. Temos os caminhos paragon e destiny, vou esperar a tradução oficial da Devir e vou utilizá-los para fazer minhas sátiras do cotidiano como já era feito no anterior.

<jabá>

Mas do resto o velho Dados Limpos está na mesma. No máximo vem ai o fato do CriandoRPG já estar quase finalizado e Dados Limpos vai se tornar oficialmente um blog oficial do idealizador :D

</jabá>

 

dd4th.jpg

Será que foi realmente mancada da Wizard?

Nessas horas fico me perguntando se continuo com a encomenda dos novos livros, eu já estava me achando uma criatura exclusiva por ter os livros cedo… Incrível como essas coisas acontecem, como algo tão importante vaza alguns dias antes… Sinceramente fico me questionando se isso realmente vaza ou é uma espécie de viral?

Pode dar até pra trás, mas pensem bem, se tinha gente desconfiada, com o PDF será que eles não fazem mais pessoas gostarem da nova edição? Isso poderia acalmar os mais preocupados…

O engraçado disso é que se eu estiver certo até nossos amigos da Wizard of the Coast reconhecem o poder de divulgação que um PDF possibilita. Loucura? Hora, o PDF é deles, eles dão para quem quiser… :D

bolo-dd.jpg

Ingredientes:

Modo de Preparo:

Junte no MSN a Blogueira/Escritora mais quem é o Mestre entre os 8 jogadores malucos (atenção, todos os jogadores devem ser malucos) e deixe ela falar sobre o presente que ela quer dar ao seu “Boy”.

Quando a mente do mestre estiver no ponto, faça ele ligar, mandar mensagens, sinais de fumaça, gritar, mandar emails e tudo mais para falar com seus jogadores. Faça então o calculo para mostrar as vantagens da empreitada:

Livro na Pré-Venda: 62,97 Dolares
Taxa de Transporte mais rápido:
36,98 Dolares
Total: 99,95 Dolares

Converta o valor para Reais:

99,95 Dolares = (mais ou menos) 166 Reais

Divida 166 por 8 pessoas que dá 20,75 reais pra cada! Mostre que só o Livro do Jogador da versão 3.5 traduzido está 81 reais, você vai comprar os três livros básicos…
Escute os jogadores reclamarem que será melhor a taxa de transporte mais demorada (mesmo que a diferença seja de 5 reais!). Fale com seu sócio e divida seus custos só entre você e ele. Agora deixe no forno até 6 de Junho, dia do lançamento e mais 2 a 7 dias para a chegada.

Retire do forno e ai fudeu na hora de dividir :D

O CF, que quer dizer Candango Frito, Ops… Caga Flores… Opa… Ctreet Fighter… Quer dizer Carlos Frederico, do Covil postou uma charge feita por ele que resume a nova caracteristica dos elfos nessa nova edição de D&D.

elfo boiolinha

Clique na Imagem para amplia-la

 

Só eu tenho maldade pra achar que esse elfo esta é arranjando uma desculpa pra ficar atochando o guerreiro??? Posicionamento estratégico, sei… Só falta a garrafa de fanta na mão dele…

Fonte: O Covil

Nota: Hoje é dia de D&D Experience, evento aonde vão apresentar e jogar o D&D 4ª Edição e provavelmente o Rocha do Área Cinza e o CF do Covil vão estar dando umas idéias do evento, acompanhem.

baby familia dinossauro

A muito tempo atrás, um seriado saiu aqui no Brasil e fez bastante sucesso. Familia Dinossauro, ou como originalmente é chamada Dinosaurs foi muito bem assistida aqui deixando uma série imensurável de fãs do Baby e Cia… Teve até um maldido K7 de músicas da série que minha mãe comprou, mas como os deuses são bondosos o suficiente, ele desapareceu. Sentirei muita falta dele

E o que a Familia Dinossauro tem haver com Ladinos e Armadilhas?

Cena Clássica:

O grupo está preso em um enigma que envolve passagens que só serão abertas com o acionamento de uma alavanca escondida em uma estatua em um corredor certo. Caso os jogadores não compreendessem o enigma deixado para eles as coisas se complicariam, acionar a estatua errada significa acionar uma perigosa armadilha…

Max, o Assassino (do deserto que não tem sobrevivência no deserto) do grupo usa suas habilidades para ir se esquivando das armadilhas. No dia o grupo estava bem preguiçoso quanto a enigmas…

Pois bem, uma hora para seu AZAR, ele falha no teste, mas para sua SORTE, o veneno em questão não matava, mas jogava o alvo em inconsciência…

Alberto a certa distância acompanhando a cena vira para os jogadores e solta:

Acho que vamos precisa de outro Ladino…

acho-que-vamos-precisar-de-outro-timmy

Timmy se prepara para fazer a experiência…

 

acho-que-vamos-precisar-de-outro-jimmy

Enquanto isso o doutor espera o resultado protegido por uma “simples” proteção anti-fogo…

Mal sabia ele que estava fazendo referência sem querer ao clássico programa de tv adorado por Baby aonde um cientista mostra as grandes e perigosas maravilhas da ciência. Fato que é sempre o pobre Timmy que testava-as enquanto o doutor ficava seguro atrás de qualquer tipo de proteção… Timmy sempre morria e a frase Acho que vamos precisa der outro Timmy! ficou na minha cabeça…

Ser ladrão nas primeiras edições de D&D não era uma tarefa muito fácil… Basicamente ataques furtivos que na epoca não eram lá aquelas coisas (antigamente ataques furtivos só funcionavam se você golpeasse o adversário pelas costas, curioso não?) e as habilidades de escalar, se esconder, furtas bolsos… Todas ligadas a misteriosas rolagens de porcentagem que sempre eram difíceis de dar dó.

Quando se precisava ver se o local tem alguma armadilha quem você chama? Sim, sempre eles. Magos e Clérigos não iriam gastar preciosas magias com isso, fica a cargo dos ladrões fazer tal ingrata tarefa…

Com o surgimento da nova edição de D&D o ladrão ganha um gás novo. Ele ganhará coisas que o dará uma cara de Swachbuckler, fora que agora sua colocação em jogo será surpreendentemente como striker que segundo a tradução da Área Cinza:

Um personagem que causa muito dano em um alvo de cada vez, seja através de ataques à distância ou corpo-a-corpo. Os ladinos, com sua alta mobilidade e grande capacidade de dano com ataques furtivos são o principal exemplo.

As armadilhas por sua vez serão menos perigosas, aparentemente o novo esquema de criação de armadilhas é melhor e dará mil possibilidades, mas elas tendem a serem menos mortais e servirem como obstaculo para se causar mais drama ao combate.

Pessoalmente gosto da classe ladina pela grande versatilidade, temos ai notícias muito bem vindas. Mas acho difícil que o famoso Acho que vamos precisar de outro Timmy se acabe, bom cada um escolhe a cruz que carrega, pois bem…

Nota: Não estou muito a fim de falar de D&D 4ªEdição. Mas conversei com o Max esses dias e até ele concordou que era interessante comentar sobre essa estranha relação entre Familia Dinossauro e Ladinos

Dois blogs de RPG bem respeitados e constantemente recomendados em blogs de rpg já conceituados são O Covil e a Área Cinza. Lendo-os recentemente vejo que ambos estão abarrotados de notícias sobre D&D 4ª edição.

Overdose de D&D 4ª

Esse ai não aguenta mais ler notícias de D&D 4ª edição. Pena que a forma de dar um fim nas coisas não esta sendo muito efetiva… Imagem extraida do boingboing.

Tudo bem que D&D 4ª edição é o hype do momento, mas acho chato falar sobre e só sobre isso. O filho mal nasceu, o rpg ainda esta ai, até sem sistema se joga rpg, mas ok…

Vale lembrar que não digo que os dois estão errados. Mas é cansativo ter que ler sempre sobre esse novo sistema que ainda nem saiu…

Até por que o cenário World of Darkness esta ai também com varios lançamentos novos e só quem eu vejo cobrindo esses lançamentos é o excelente Fabio Sooner do blog WoDBrasil. Ok que o Covil não cobre essa área, mas a Área Cinza bem que poderia…
Do resto só um puxão de orelha:

O Covil.org é o meu site pessoal de RPG. Eu prefiro evitar de usar o termo “blog” para defini-lo porque a minha intenção é colocar um pouco mais que comentários umbiguistas a respeito de como foi meu dia ou o quanto eu amo/odeio as pessoas à minha volta e/ou o que elas fazem. Eu sei que a definição do termo evoluiu nos últimos anos, mas ainda prefiro não aplicá-la para este site.

O conceito de diário virtual, é uma vertente de blog, uma categoria, mas ela não resume o que pode ser e é um blog. A blogosfera esta ai pra mostrar isso pro Covil, espero que mais a frente ele compreenda, eu considero o covil um ótimo blog informativo de rpg.

Departamento de estudos biológicos de Krixitar

Lomovar Rorov – Pesquisador-chefe de área de estudos relacionados a gnomos

Coisas a saber sobre um gnomo

Tenho a 20 anos dedicado a minha vida aos estudos das facinantes criaturas que são os gnomos. Presentes em nosso mundo e segundo pesquisas com conjurações de extraplanares e relatos de viajantes de planos descobrimos sua presença – mesmo que humilde – em muitos dos mundos existentes além do nosso.

Fato que essas criaturas pequeninas são raras e a cada vez mais sua população tende a diminuir. Nunca foram muitos os gnomos, mas seu desaparecimento agora me parece quase certo.

Quanto a Reprodução

Após varios testes chegamos a seguinte conclusão:

Não ha multiplicação vegetativa. Não nascem talos ou qualquer especie de broto do corpo dessas criaturas. Segundo Salvius Malazam, grande pesquisador de gnomos e descobridor da Gnorruga, após 40 anos de sua vida dedicados a observar o que ele acreditava ser um talo oriundo de gnomo de onde surgiria outra da mesma espécie ele chegou a seguinte conclusão:

Alego após esse anos de observação, banhagens, iluminações e outros processos cientificos que não surgirá outro gnomo desse pequeno corpo estranho que saiu do corpo do gnomo. Devo chama-la de uma “Verruga”. Por ser de um gnomo, nada melhor que uma “Gnorruga”.

Nota: Por favor devolver a gnorruga junto com o braço extraido do gnomo.

Após ser premiado por descobrir a Gnorruga concluimos definitivamente que o Gnomo não é um vegetal.

De um novo Gnomo partido ao meio ou de qualquer outra parte de sua anatomia retirada não surgirá outro gnomo. Liderei um série de pesquisas sobre o assunto, era uma boa hipotese, mas após varios testes percebemos que nada surgia da parte removida.

Nota 1: Toda as partes removidas foram devidamente devolvidas após a pesquisa. Como critério quanto a qual parte seria consciente, se devolvia a porção menor de corpo para a porção maior. Caso a porção maior não respondesse provavelmente ela estaria morta por uma fatalidade pelo bem da ciência.

Nota 2: Em caso de duas partes iguais como algumas vezes nos ocorreu, tira-se um cara e coroa.

Os gnomos se reproduzem sexuadamente como nós humanos. Após alguns teste chegamos finalmente a essa conclusão. Foi um grande avanço e a industria pornográfica esta adorando essa coisa. estão chamando de “sexo bizarro”, mas seria mais cientificamente correto chamar de sexo gnômico. São amadores…

Quanto ao desaparecimento dos Gnomos

Apesar de se reproduzirem sua população cada vez mais diminui. Ainda não se sabe ao certo por que eles estão cada vez desaparecendo, meus estudos ainda não acharam uma explicação para isso.

É muito importante ressaltar que poucas pessoas conhecem os gnomos. Vou numerar abaixo algumas das funções importantes que essas criaturas podem desempenhar pelo bem da nossa civilização. Assim, através desse trabalho de concientização, quem sabe posso sensibilizar o povo e a comunidade acadêmica a me ajudar na causa de salvar os gnomos.

Coisas que os Gnomos podem fazer

Peso de Papel

Sempre haverá papeis. O ser humano adora a burocracia, papelada de todo tipo… Se os Gnomos se tornarem oficialmente pesos de papel (o que já faandam zendo, mas escondidos de nossos olhos, eles são muito bons nisso…) nunca faltaria local para um gnomo e sua preservação se tornaria um objetivo muito importante!

Triangulo de Sinalização

Veja só. Quem já não teve problemas com uma condução? Os gnomos podem servir de divertidos avisos de trânsito, sinalizando para conduções que estejam vindo para terem cuidado. Cool!

Decoração de Jardim

Bonitinhos, fofinhos e carinhosos com um pagamento extra por que não deixa-los cuidar do seu jardim também?

Gandula

Ahhhh, você nunca pensou nisso? Fala sério! O esporte mais amado em todos os mundos sempre teve carencia de gadulas. Nada de escravizar humanos e criancinhas. Gnomos são mão de obra barata que ficaria muito feliz exercer tal função. acho.

E aumentando…

Existem muitas outras. Imaginem a grande quantidades de utilidades que um pequeno ser vivo pode lhe trazer!!!

D&D 4ª edição sem Gnomos

races and classes D&D

Races and Classes é um livro que explica todas as alterações feitas nessa nova versão de D&D. Não há regras no livro, mas um conjunto de explicações de por que, onde e como certas coisas ocorreram, justificativas e noções do que vem de novo. Para que serve o livro? Pra nada. A menos que você seja um curioso/fanboy ou se interesse em ser um game designer e queira entender nas entrelinhas o por que de todas as mudanças no novo D&D.

Não tem gnomo! NÃO TEM GNOMO! O gnomo morreu tá! O gnomo morreu, pegou gripe e morreu! Ou tu quer tomar uma porrada?!?!

Esses dias o pdf do livro correu pela comunidade de D&D Dungeon & Dragons Brasil no Orkut e ai começou a confusão… Reclamaram da arte, no logo, de tudo… mas o que mais me deixou curioso foi a revolta pelo fim dos gnomos, meio-elfos e meio-orcs…

Vamos lá, convenhamos, quem que vocês conhecem alguém que jogava com um Gnomo?!? Não são muitos… Eu pessoalmente nunca joguei e nunca vi alguém jogar. Para que manter uma raça morta que não é jogada? No livro dos monstros quem sabe, em uma nota no livro do jogador ou sei lá mais aonde com certeza eles vão aparecer. Mas garanto, vai ser uma menção honrosa… Caramba quase ninguém joga de gnomo!

deixm os gnomos em paz

Deixem os gnomos em paz!

Os meio-elfos também são complicados, ganharam meu respeito exatamente após conhecer o Tanis de DragonLance, mas que mesmo assim morreu por ai. Os meio-orcs foram um vexame ainda maior. Incrivel isso, mesmo fortes e matemáticamente propensos a serem usados por texugos, combomans e outras criaturas do meio Rpgistico, eles foram solenemente ignorados. Nunca vi muitas pessoas jogando de Meio-orc…

Agora me digam, a WotC (Wizard of the Coast anta…) é boba, feia e má, capitalista, é o capeta e tudo mais de ruim por que optou por raças mais populares? Se você se diz tradicionalista isso é simples, use só as regras e deixe as coisas do jeito que você quer. Desde quando você tem que seguir exatamente igual está no livro?

maconha

Banda Tihuana: Eu vi gnoooomooooooossssss…. hahahahahaha…

Os DragonBorn, uma raça de meio dragões foi algo que sempre faltou e diga-se de passagem, para quem não sabe, ela já existia em suplementos anteriores. Tieflings nem fala. Todas as novas opções mostradas são a resposta da WotC que ouviu seu público. E o mais triste é ler gente na comunidade que confessa que mesmo não gostando de nada irá jogar e se acostumar… Será que estamos falando exatamente de alguém de opinião ou é impressão minha que brasileiro só gosta mesmo é de reclamar?

Sempre ha uma resistência pessoal a mudanças e certas muitas das vezes não concordamos. Isso acontece e eu mesmo d-e-t-e-s-t-o várias das ideias dessa nova edição. Mas o sumiço dos gnomos… Ah não. Tá de sacanagem…

Espero que a comunidade tenha maturidade e entenda que é um brincadeira. Alias, a foto do rapaz (?!?) desesperado aonde a legenda esta escrita “Deixem os gnomos em paz!” é o hilário Chris Crocker um adolescente que fez um video pedindo para “deixarem a Britney Spears em paz” após o desastre que foi uma apresentação de sua musa. O video gerou uma série de videos copiando a idéia, entre eles o hilário “Deixem o Windows Vista em paz” que o cardoso achou para o MeioBit

Link do Youtube

Já a foto anterior é do divertido video “A invenção do futebol”, feito pela companhia de humor Melhores do Mundo, mas um pouco adaptado para meu post. :D

Link do Youtube

« Página anteriorPróxima Página »