rpg estranho


Que tal deixar que seu amigo pague o almoço para você e resolver isso em uma batalha com cardgames? PowerLunch foi uma interessante descoberta que fiz no site de vendas de rpg do tio Steve “Gurps” Jackson, o E23. Um jogo para dois jogadores aonde o objetivo é simples, quem ganha tem o direito de ganhar um lanche de graça do colega!

Claro que isso pode se estender para um jantar ou qualquer aposta entre dois amigos ou conhecidos. Mas o realmente divertido é a proposta inusitada de como conseguir os cardgames. No jogo as cartas utilizadas na disputa são cartões de apresentação comercial! Sim! Aqueles cartões oferecidos por profissionais das mais diversas áreas com nome, email e telefone de contato. Você que está lendo esse texto deve até mesmo ter um cartão próprio e pode acreditar, você pode utiliza-lo em jogo!

Os cartões de apresentação são dividos em 3 tipos especificos de acordo com a profissão da pessoa no cartão.

Chief – O cartão de um grande executivo ou qualquer outro cargo de liderança.

Underlings – Profissões que possuem alguém acima de você coordenando suas ações.

Free Agents – Os famosos Freelancers que trabalham sozinhos.

Para cada um desses três tipos de cartões ha uma capacidade especial em jogo além da curiosa função dada para os números de telefone no cartão. Elas são o poder de ataque, defesa e pontos de vida de cada cartão que para atacarem precisarão ser movimentados com “petelecos” para deslizarem contra os cartões inimigos.

PowerLunch é um jogo casual que pode ser aprecisado tanto por jogadores de RPG quanto pessoas que desconhecem o jogo e acaba de entrar para minha coleção de divertidos jogos que podem render uma boa diversão em momentos totalmente inesperados.

Para os interessados em mais detalhes sobre o jogo, o pdf em inglês pode ser baixado de graça da loja do tio Steve: http://e23.sjgames.com/item.html?id=SKPE0702

O mestre Mamangava foi mais rapido que eu nessa! Alias, por que mamangava hein?

A GURPS Nation escreveu uma matéria excelente sobre um rpg lançado na loja de games do Steve Jackson (que agora vou olhar com bastante atenção!) que passa totalmente dentro do metrô. Só tenho uma coisa a falar: Rail Shamanism ou Xamanismo sobre Trilho! Mais estranho impossível! É só conferir o post do mestre no link abaixo ou clicando na imagem da capa no começo do post!

Gurps Nation – Metro of Madness 

O Tek disse certa vez que os macacos estão atualmente entre as coisas mais cool do mundo. Talvez seja verdade…

Simpatico não?

Monkey Business é um pequeno pdf gratuito de RPG (isso mesmo você não paga porra nenhuma por esse pdf) oferecido no DriveThruRPG que descreve “Macacos Desperdados”  para D20 System. Produto de um experimento científico, despertado através de uma exótica magia ancestral… Pouco importa!

Pagina inicial do suplemento

Mas não falo de monstros não, falo de uma raça jogável! Duas raças são descritas no suplemento,  Awakened Apes e Awakened Chimps.

Awakened Apes são os grande macacões, mais fortes e maiores (são de tamanho Grande em jogo) já os Awakened Chimps são pequenos e ageis macacos (tamanho Pequeno em jogo). A descrição das raças é bem clara e direta e apesar de recomendada dentro de uma sessão de D20 Modern creio que coloca-los em uma sessão de aventura fantastica seria muito divertido! Quem sabe uma sessão de Planeta dos Macacos?

Por que tenho a impressão que depois dessa cena os três começam a dançar?

A ultima parte do pdf está cheia de pequenas dicas de como usar macacos despertados em campanha. Muito engraçado até por que algumas dicas são plots já bem conhecidos no cinema e nas HQs…

Vale a pena conferir, somente 5 páginas (a sexta contém as descrições da licença Free20) com uma raça bem inusitada e simples. Quem sabe um Macaco Druida ou um Macaco Barbaro? Lembrando que existe muito mais material gratuito espalhado pelo DriveThruRPG que vale a pena conferir, é só se cadastrar.

Vai dizer que vocês não sabiam?

Incrível como todo adolecente otaku – ou nem tão otaku assim – gosta de filme hentai. Nenhum preconceito não, eu mesmo já assisti alguns. Quem aqui vai me falar que não conhece o já passado filminho A lenda do Demônio (originalmente Urotsukidõji) que reprisou várias vezes nas madrugadas da bandeirantes? A uns anos atrás o alvorosso era por um hentai chamado Bible Black, eu tinha um amigo que caçava o DVD desse hentai em eventos de anime como se fosse a ultima cereja do bolo.

 

mao.jpg

Isso tá mais pretexto para 5 contra 1 sabe? dar no macaco, acariciar o salame, esgalhar o pessegueiro…

Putz, satanismo, sexo, tentaculos, magia, robos gigantes… Definitivamente os japoneses tem uma mente bem viajada. E pior que em uma fase de nossa vida assistiamos isso e gostavamos também.

Mas a vida passa e a ilusão acaba – e aqueles filmes da bandeirantes não te enganam mais, nada de se excitar vendo mulheres saltando na coxa do cara :D – e você não se atrai mais por isso (Espero!!!!).

Eu desconhecia o conceito de “RPG Hentai” até ver comunidades no orkut sobre o tema e confesso fiquei curioso para entender como se jogava isso.  Principalmente depois de receber esse misterioso comentário na sessão Mestres dos Dados da singela usuária que se autodenominou Cu de Barro:

 porra meú ccú ta doendo fui inventar de jogar rpg de avatar pensando que era do desenho alenda de ANG acabei jogando de Hentai me fudi literalmente…………….. ERA hentai de Naruto………Shippuuden……….

Definitivamente eu tinha que pesquisar sobre o assunto…

Não ha muito o que dizer sobre um rpg desse tipo, achado em forums e comunidades do orkut ele é a chance de muitos adolecentes curiosos “relaxarem”. Enfim, sendo o RPG um jogo que estimula a imaginação não era pra ser tão surpreendente… Acho…

O roteiro é simples, você encara um adolecente (com um nome japonês pra variar) e seu objetivo é chegar as vias do fato com uma guria. Sabe como é, descabelar o palhaço, molhar o biscoito, afogar o ganço, aquilo naquilo, banho na vara, “bimbada” e por ai vai…

Então em uma pesquisa mais profunda no meu querido DriveThruRPG encontrei algo mais consistente:

Black Tokyo

rpg-hentai.jpg

Black Tokyo é um arquivo pdf de 171 páginas que descreve um japão alternativo como pano de fundo para uma história que entre os gêneros utilizados encontramos o hentai. Acompanhando os comentários até mesmo feats que transformam orgãos sexuais em armas ta valendo…

Black Tokyo possui um foco no lado mais violento e doentio dos animes hentais, tanto que  é expressamente desaconselhado para pessoas sensíveis. Alias, ele usa o sistema D20 e pode ser usado tanto em conjunto com D20 Moderno (E Ação!!!) quanto D&D diretamente gerando campanhas medievais pra lá de diferentes…

O livro é completo, com descrição de talentos novos, classes prestígio, raças, npcs e até monstros que vão de 1/2 a 28 de ND (!!!) e a história do cenário. Como dito acima, nada impede que a base e talentos sejam ampliados ou usados em conjunto com outros gêneros D20 para criar algum gênero novo e bizarro de hentai (medo).

O assustador é que buscando o tema encontrei vários RPGs e suplementos aonde o sexo tem forte presença. Vou perder um tempo depois falando sobre eles, tem coisa para sessão RPG Estranho pra talvez o que? Um ano…

seadracula.jpg

Você é um animal, mas aqui em Animal City os animais andam sobre duas patas (ou quase todos) e são seres inteligentes e civilizados (quer dizer…).

Você é um advogado. Mas você não é um animal advogado qualquer! Você está em Animal City! Aqui os advogados são investigadores, juizes, enfrentam monstros gigantes e ainda promovem festas de arromba!!!

Sea Dracula é um jogo simples, rápido e custa 1 dollar. Ela peca pela simplicidade excessiva, tanta que a imagem da capa que aparece na propaganda do DriveThruRPG não aparece no PDF que tem 2 paginas apenas. Mas acreditem, é um dollar bem pago. O texto é bem divertido!!!

Tudo começou com o advogado Sea Dracula, um advogado girafa. A litânia de Sea Dracula (extremamente maluca) é recitada antes de qualquer julgamento em homemagem a essa grande figura que revolucionou o sistema judiciário de Animal City.

Todo Advogado em Animal City tem uma causa que não necessáriamente precisa ser relacionado ao caso e é falada toda vez que se defende alguém, mesmo que ela não tenha absolutamente nada haver com o caso: “Caros amigos do juri, estou aqui defendendo Nelson Molusco do caso de assassinato em nome dos crianças ciclópicas que fazem luvas feitas de cabras pernetas do kurokovistão…”

O sistema para resolução os casos exige criatividade e quanto mais doida a história melhor pro jogador. O grande problema (pra mim pelo menos) fica por como as ações se resolvem. Elas resolvidas com disputas de dança aonde o questionador dos argumentos escolhe uma música e o questionado tem de dançar para conseguir pontos. Ganha quem conseguir mais pontos.

Apesar do sistema de resoluções extremamente brochante (pra mim pelo menos, eu não danço eu desloco o meu corpo de um lado parta outro. sem ritmo.) a idéia é tão boa que poderia ser ampliada.

Quem quiser dar uma conferida em outros trabalhos dos autores é só conferir o blogs deles, é o grupo Atarashi Games. Recomendo muito o rpg Panty Explosion, que apesar do nome engraçado tem uma proposta bem interessante.

RPG Estranho vai ser uma sessão que tem como finalidade mostrar jogos de RPG exóticos que acho por ai, tem muito mais que vocês podem imaginar…

capa esquilo

É… Eu não to de sacanagem… Esquilos…

Squirrel Attack! Operation: Get Mr. Jones’ Nuts (Algo como Ataquem Esquilos! Operação: Pegar as Nozes do Sr. Jones) foi criado pela HinterWelts Enterprises e é um curioso RPG que com certeza é conhecido por meus jogadores – eu já falei muitas vezes sobre ele – aonde você jogará com… esquilos!

RPG esquilos

A muito tempo atrás os esquilos eram amigos Do Homem (isso mesmo, com tudo maiúsculo) , até que Anmeow, o Deus Gato, se tornou rival dos Esquilos (aparentemente ele queria mais atenção, sabe como os gatos são…) e expulsou os mesmos para o Outro Mundo. Ajudados pela Mãe Natureza eles construiram Nuttopia (imaginem a Devir traduzindo isso) sobre a Arvore da Vida e de quebra aprenderam magia com as fadas.

A prosperidade reinou até que a população de Esquilos cresceu e uma peste atacou as nozes de Nuttopia. Pelo bem da espécie as tribos de esquilos se unem mesmo dentro de todas suas divergências em nome da sobrevivência e assim resolvem voltar para o Mundo dos Mortais para conseguir um novo suprimento de nozes. As tribos inicialmente jogáveis são:

  • Os Cinzas ou Cinzentos (Greys) que são os chefes das tribos, uma especie de Ventrues dos esquilos.
  • Os ChipMonks (preferi não traduzir), uma ordem religiosa que adora São Assisi (isso mesmo, tem um “i” no final…)
  • Os Esquiloferatus (Squirrelferatu), assustadores esquilos que controlam a passagem para o mundo subterrâneo e o mundo dos mortais.
  • Squirrelcanthrope (Esquilantropos? esquilocantropos?) , almas atormentadas que lutam para não entrarem em fúria e se tornarem… Quaxinins (como assim porra?!?)
  • Os Esquilos Vermelhos que estão alavancando uma revolução social contra os Esquilos cinzas “burgueses” (hahaha adorei essa…)
  • Os Esquilos Voadores que buscam uma nova casa depois que sua cidade balão foi destruida pelo terrível Falcon Reich (não achei uma tradução decente, mas acho que vocês entenderam…).
  • E os Esquilos Negros que vivem sobre a opressão dos Esquiloferatus que caçam-os para se alimentarem (alguém vê se eu traduzi errado, é tão doido assim?).

esquilos_ataquem4p.jpg

O livro vem com as regras básicas (usando o sistema Iridium Lite que pode ter seu Ebook de referência baixado de graça no RPGNOW), o mapa da casa do Sr. Jones e uma série de outras coisinhas divertidas. Acho que nem precisa dizer que Squirrel Attack! parece claramente uma sátira a situação comum da linha World of Darkness, aonde membros de uma mesma “raça” mesmo dentro de tantas diferenças são obrigados a suporta-las por um bem maior. Lógico que com idéias bem malucas sendo somadas a coisa…

Ah sim, existem outros suplementos para Squirrel Attack. Pie Incident, Ahoy: Squirrels of the Spanish Main e o fabuloso Shaolin Squirrels: Nuts of Fury!

 

sscoverfront200.gif

Não falta mais nada…

Link com material gratuito e resenha da Editora: Squirrel Attack!

Link para o RPGNOW: Squirrel Attack