sessão da tarde


As Classes (Quase) Prestígio são até hoje a grande cereja do bolo do Dados Limpos. Elas me rendem muuuitas visitas pela grande idéia que foi parodiar a realidade através de classes prestígio usando uma pitada de humor. Muita gente até hoje brinca com isso e vez ou outra me aparece alguém pedindo uma classe nova. Prometo para 2009 novas categorias, mas agora atualizadas com essa nova edição de D&D. Aguardem!

Gerador da Sessão da Tarde Mode On

Nessa sexta-feira embarque em um grande sucesso do cinema: Phil Souza as vezes escreve coisas muito ruins que é acusado injustamente por um crime que não cometeu (WTF?!?) e vai dar uma tremenda confusão para ninguém botar defeito quando essa galerinha resolve detonar tudo em uma emocionante jornada onde não vai faltar aventura e muitas enrascadas!

Meu top 5 de Classes (Quase) Prestígio é:

5 Classe (Quase) Prestígio – O Chinês da Pastelaria

Foi uma idéia antiga que foi sendo adiada, adiada, adiada e acabou sendo a ultima sair. Uma pena, apesar de considerar ela boa não fez tanto sucesso. A idéia é simples, o chineses vão dominar o mundo e toda pastelaria é uma sede secreta que abriga perigosos assassinos especialistas em envenenar suas vítimas…

4Classe (Quase)Prestígio – EMO

Foi a segunda Quase Prestígio a ser lançada e foi uma das que gera mais polêmica. Vez ou outra recebo um xingamento ou outro de algum emo enlouquecido que acha que estou sacaneando ele. Tentei juntar na classe toda a fama que é dada a esse estereótipo. A inspiração pra classe obviamente foi o paladino, afinal todos sabem que paladinos são para os fracos

3 – Classe (Quase) Prestígio – Funcionário do McDonalds

Tudo que é muito famoso vive sendo boicotado e sacaneado. O Macdonalds foi o caso e não pude perder a chance. Sem mais comentários é só conferir.

2 Classe (Quase) Prestígio – Pedreiros da Puta que Pariu

Quanto teve obra na casa dos meus pais foi um inferno. Cada semana um pedreiro novo pra fazer uma nova merda. Um ciclo sem fim. A classe foi criada durante essa experiência e acabou ficando muito engraçada por motivos obvios. Eu estava puto da vida!

1 – Classe (Quase) Prestígio – Técnico de Informática

Ahhh! Como eu gosto dessa Classe (Quase) Prestígio! Escrevi ela com meu nivel de canalhisse no máximo e pior ainda pelo fato de eu mesmo ter sido (e de certa forma ainda sou) Tecnico de Informática. O mais engraçado é que as habilidades não possuem tanta graça como a do candidatos da posição 2 da lista, mas o texto descritivo diz tudo. Adorei!

Tem coisas que se escreve que sinceramente deveriam ficar guardadas. Eu obviamente tenho as minhas… Escrevendo a tanto tempo é obvio que coisas ruins aparecem. Outras eu deveria ter bebido muito ou fumado um bagulho muito doido…. Vou dividir com vocês algumas pérolas do Dados Limpos, apreciem com moderação:

Gerador da Sessão da Tarde Mode On

Nessa sexta-feira embarque em um grande sucesso do cinema: Phil Souza as vezes escreve coisas muito ruins que é acusado injustamente por um crime que não cometeu (WTF?!?) e vai dar uma tremenda confusão para ninguém botar defeito quando essa galerinha resolve detonar tudo em uma emocionante jornada onde não vai faltar aventura e muitas enrascadas!

PokeCopo, Temos que pegar!

Ha, sim. Lógico que eu teria que falar sobre pokemon. Um vergonhoso texto falando sobre meu começo no RPG e essa constrangedora criatura chamada PokeCopo. Até hoje não acredito que falei sobre isso. Pior que isso é o Rocha da Matilha lá embaixo em um dos seus primeiros comentários no meu blog perguntando se eu teria assim como ele mania de roubar copo em bares que eu frequento…

Seja você

Definitivamente antes de escrever isso eu fumei, cheirei, injetei, bebi todas e depois fui atropelado por um caminhão. Não é possível algo tão ruim assim, digno de nota junto com o famigerado texto introdutório do RPG Seres do Inferno (vergonhoso demais até para ser colocado aqui). A idéia era fazer uma brincadeira coma palavra você, era dia do amigo e enfim… Que vergonha… Que vergonha…

Carroças Medievais x Carroças Modernas

Aha! Com certeza esse é o exemplo do que alguém sem absolutamente nada pra fazer é capaz de escrever! A merda do post é nem sobre RPG e PIOR, ele recebe boas visitas diariamente.

Humor, RPG e Birita

Post confuso que tinha como proposito falar do humor que inevitavelmente aparece no jogo de RPG. Ficou ruim e no final ainda falo da minha ultima aventura etilíca. Eu tinha bebido tanto um dia antes da aventura que comento no final do post, que dormi por umas 4 horas na rua próxima a uma passarela que bêbado, me recusei a atravessar….

Especial de “Hello-Win” – O Caso das Mascaras de Chumbo e a Internet

Post recente que falei sobre um caso misterioso que aconteceu no Rio de Janeiro a anos atrás. Eu estava empolgado por que era Hallowen e viajei na maionese. A idéia era discutir como a internet poderia ser fonte de bons temas, mas novamente perdi a linha. Ta ruim pra caramba na realidade, deixa isso pra lá…

Sou louco por sistemas de RPG. Acho divertido propostas diferentes de se jogar saindo da mesmisse dos já consagrados jogos de mercado.

Incrível que o principal culpado disso tudo é exatamente esse blog. Até um sistema próprio (FastFudge) estou – mesmo que lentamente – desenvolvendo. Ai vai o link de alguns sistemas que conheci e resenhei aqui nesse humilde blog:

Gerador da Sessão da Tarde Mode On

Nessa sexta-feira embarque em um grande sucesso do cinema: Sistemas de RPG é a fixação de Phil Souza que é acusado injustamente por um crime que não cometeu e vai dar uma tremenda confusão para ninguém botar defeito quando essa galerinha resolve detonar tudo em uma emocionante jornada onde não vai faltar aventura e muitas enrascadas!

http://dadoslimpos.criandorpg.com/malditos-regras-para-um-cenario-azevediano-de-rpg/

Me impressionei quando descobri um RPG que gira em torno da obra de Alvares de Azevedo e de quebra conheci o Camilo (O autor) que hoje tem até um blog sobre RPG.

http://dadoslimpos.criandorpg.com/fudge-o-sistema-que-eu-queria/

Descobri o Fudge por causa do Bruno. Adorei. A idéia de um meta-sistema livre desafia o mestre a tentar criar algo que seja mais a sua cara. Alias, nem precisa dizer que o praticamente embaixador do Fudge aqui no Brasil é Fabio Emilio.

http://dadoslimpos.criandorpg.com/fastfudge-introduzindo-ui/

Meu primeiro esboço do que seria o FastFudge. Consuma com moderação…

http://dadoslimpos.criandorpg.com/phantasia-rpg-nasce-uma-grande-alma/

Outro autor brasileiro, grande rapaz, o André é um cara divertido e criou um sistema ao meu ver bem singular. Alias ele estava preparando uma versão nova dele…

http://dadoslimpos.criandorpg.com/o-que-ao-cair-da-noite-e-dd-possuem-em-comum/

Conheci o Deicide no Primeiro Encontro de Blogs de RPG e lá ele apresentou seu projeto que se entregou em corpo e alma para divulgar. Ao Cair da Noite é um jogo de RPG que definitivamente o publico brasileiro precisa conhecer…

http://dadoslimpos.criandorpg.com/anime-d20-o-srd-de-besm-rpg/

Comprei BESM D20 (Big Eyes Small Mouth) a título de curiosidade e gostei do que li. Fiquei mais feliz ainda quando descobri que as classes e quase tudo no livro possuem um SRD.

O lançamento de D&D 4E foi básicamente o único hype que acompanhei e aproveitei. Foram 500 acessos diários ou mais e até hoje me rende bons acessos. Engraçado que o hype não foi acompanhado por “interesse monetário” eu realmente estava curioso sobre a nova edição.

Gerador da Sessão da Tarde Mode On

Nessa quinta-feira embarque em um grande sucesso do cinema: Wizards of the Coast é o dono de um sistema que acaba de pintar na área e vai sobrar uma tremenda confusão para todo mundo quando esse sistema resolve aprontar em uma alucinante jornada onde não vai faltar diversão e muitas roubadas!

Armadilhas e Ladinos em D&D 4ª Edição – Acho que vamos precisa de outro Timmy!

Post que mais gosto. Faço uma comparação entre a antiga função de um ladrão (o bucha que se fode nas armadilhas) e um programa de TV que passava no seriado Família Dinossauro. Vale a pena conferir…

Combos e Talentos de D&D 3.5 e D&D 4° Edição

Post antigo ainda em cima de boatos sobre a nova edição. Senão me engano, a primeira vez que me pronunciei. Junto vem uma crítica minha sobre o que não gosto na edição 3.5 de D&D.

Pra variar vaza o Download do PDF de D&D 4ª Edição…

Todo mundo falando sobre o Download que vazou. Eu obviamente participei do Hype, mas de forma menos direta. Hoje, observando com atenção o titulo vejo que ficou bem, bem, bem FDP. Não é a toa que ele recebe tantas visitas…

Como fazer três livros de D&D 4ª edição com molho “em inglês”

Diga direta de como comprar a nova edição de D&D via Amazon. Muito mais barata que a vesão nacional. Pra quem não gosta de traduções e não liga de ler em inglês é um prato cheio… Fiz o post para parecer uma receita de bolo, ficou bem divertido.

Tudo começou com A Torre. Todos pontos convergem a torre, todos os caminhos levam a ela. O mundo seguiu a diante e o rei rubro, o mal, o olho que tudo vê tenta destruir a torre. O mundo (ou melhor “os mundos”) estão em perigo e  a esperança (Apesar da palavra mais apropriada para tudo isso seja Ka)  está em um pistoleiro. O ultimo deles. Vindo de Gilead, o celeiro desses paladinos ele carrega consigo o sangue de Eld.

O homem de preto fugia pelo deserto e o pistoleiro ia atrás

A Torre Negra é um romance de Stephen King com esdruxulos 7 volumes. O que se tem a contar em 7 livros é tudo o que ha de bom e ruim nesse autor. Digo isso por que nota-se algumas falhas quanto a historia, muita confusão e muita coisa que as vezes é pouco explicada. Por outro lado, a mitologia criada por King é uma mistura de tudo que ele fez durante todos esses anos, de tudo que ele ama. Pistoleiros, monstros assutadores, espiritos, robos. Tudo unido criando um mundo de fantasia bem original.

Muito pode-se discutir sobre A Torre Negra e minha campanha surgiu em sua homenagem e assim ela continuará…

Gerador da Sessão da Tarde Mode On

Nessa sexta-feira embarque em um grande sucesso do cinema: Phil Souza é o mestre de uma turma que tem um talento muito especial e vocês verão uma tremenda confusão para ninguém botar defeito quando essa galerinha resolve embarcar em uma eletrizante viagem onde não vai faltar aventura e muitas enrascadas!

Coisas que escrevi sobre Torre Negra:

Existe originalidade no RPG?

Aonde encontrar originalidade em uma partida de RPG?

Mortes Memoráveis

Post empolgado com o fim da primeira parte do ultimo livro da Torre Negra. Não gosto muito do post por que ele perde um objetivo prático e vira local pra elogiar o acontecimento. Contém spoiler obviamente.

Idéia de Campanha – Parte I

Uma fogueira é o simbolo da minha campanha. O mesmo se vê dentro dessa história de King.

Literatura e Lixo Literário

Até aonde se deve dar créditos a críticos ou a  qualquer crítica alheia quanto a literatura que pretendemos ler?

Relendo posts revejo velhos amigos e recupero fôlego para o recomeço das minhas partidas (paradas a 2 meses no mínimo…). Principalmente por que a maioria dos posts são do começo da campanha. Posts muito mais inspirados e cheios de idéias…

Gerador da Sessão da Tarde Mode On

Nessa segunda-feira embarque em um grande sucesso do cinema: Phil Souza é um mestre que tem um talento muito especial e vai sobrar uma tremenda confusão para dar e vender quando sua galerinha resolve detonar tudo em uma alucinante viagem onde não vai faltar aventura e muitas roubadas!

Links:

Começo da campanha, invasão a cidade de Uldum. Reparem nas fotos dos meus jogadores antes de se tornarem o blog Dados Sujos.

Escrevo vários contos sobre a campanha e envio via email para meus jogadores. Esse em especial, estava errado de forma muito grosseira quando enviei por email para eles, então republiquei no blog corrigido.

Quase uma classe prestígio e mais, um NPC que pode ser encaixado em qualquer mundo por motivos quase obvios, apesar da proposta nonsense lembrar ao Tarmann, Guia do Mochileiro das Galaxias.