Médico Brasileiro

Não ha criatura neste reino que não tenha medo de um Médico! Nunca se viu criatura mais cruel, nunca se viu ser mais assustador em todo reino! Não se engane se ela diz que deseja te ajudar, o conhecimento que eles possuem é sobre a morte e não sobre a vida. Maldita hora que fui me consultar…

Bardo Lirur Lepheu após voltar de um exame de prostata…

Pré-requisito: Usar um jaleco branco.

Bisturi

Todo médico brasileiro carrega um, pelo menos até esquecer no corpo de alguém…

Prof. +3 Dano 1d4 Preço 10 PO Grupo Lâmina Leve Propriedades Mão inábil, Leve de arremesso, Pequena

HABILIDADES DA TRILHA MÉDICO BRASILEIRO

Ação do Médico (Nível 11): Quando você gasta um ponto de ação para efetuar uma ação extra você… Não faz nada. Manda o paciente adversário procurar outro hospital por que esse está super lotado…

Sindrome do Jaleco Branco (Nível 11): Você possui a sua volta uma aura de morte que causa pânico em quem você se aproxima. Todos os personagens de raça humanoide presentes no combate (sejam aliados ou inimigos) ganham penalidade de -1 em suas resistências quando as rolam contra os ataques do Médico Brasileiro.

Erro Médico (Nível 16): Sua dedicação a seus paciente é tão grande que você amputa o braço do paciente com dor de barriga… Um adversário que esteja sobre qualquer condição de combate (atordoado, cego… etc) recebe +1d6 de dano extra quando é atacado por um ataque corpo a corpo desferido pelo médico.

PROEZAS DO MÉDICO BRASILEIRO

Esquecer Ocultar objeto cirurgico

Ataque de Médico Brasileiro (Medicina) Nível 11:

Ops… Aonde deixei meu bisturi?

Encontro * Marcial, Arma

Ação Padrão Arma corpo a corpo

Alvo: Uma criatura

Ataque: Destreza Vs Reflexos

Sucesso: 2[A] + Modificador de Destreza e 1 ponto de dano contínuo até que o paciente adversário tenha removido a arma de seu corpo através de um teste de Socorro (CD 20).

Efeito: O Médico Brasileiro perde oculta  seu bisturi no paciente e fica sem arma.

Receitar Injeções

Utilidade de Médico (Medicina) Nível 12:

Paciente 1: Doutor sinto dores de cabeça e tonteiras constantes….

Médico: Humm… Uma injeção de proparoxina…

Paciente 2: Doutor acho que estou grávida!!!

Médico: Humm… Uma injeção de proparoxina…

Amigo: Grande juvenal! Quanto tempo meu amigo!

Médico: Humm… Uma injeção de proparoxina…

Diário * Marcial

Ação Padrão Corpo a Corpo

Alvo: Uma criatura

Efeito: Sua rotina de receitas é tão monotona que não tem como errar. Você pode escolher acertar uma rolagem que errou.

Hipocondria

Ataque de Médico (Medicina) 20

Médico: Hei! Olhe pra mim! Você está se sentindo bem?

Você convence o adversário que ha algo de errado com ele…

Diário * Psíquico

Ação Padrão Alcance 5

Alvo: Uma Criatura

Ataque: Inteligência Vs. Vontade

Dano: 3[A] + Modificador de Inteligência e o adversário adquire a doença Virose.

Virose

Doença de nível (o médico não tem a menor noção…)

Você tem qualquer coisa que o médico não sabeTUDO é virose.

Tolerância Melhora CD 30, Mantém CD 25 e Piora CD 24.

Você está Curado… Acho… < Role 1d20, consulte a tabela abaixo e descubra o sintoma <> Estágio Inicial: Role 1d20, consulte a tabela abaixo e descubra o sintoma <> Role 1d20, consulte a tabela abaixo e descubra o sintoma > Estágio Final: Você morre… Acho…

Lista de sintomas

1) Você tem dor de cabeça

2) Você tem dor no dedo

3) Seu braço cai

4) Você não enxerga nada.

5) Você escuta vozes

6) Você joga RPG

7) Você resolve se casar

8 ) Você tem febre

9) Você tem surdez

10) Role novamente e mantenha sintomas anteriores se existir.

11) Você acha que é um texugo atroz pelado bebado dançando macarena

12) Você tem amnésia

13) Você morre

14) Você tem diarréia

15) Você perde o olfato

16) Você não sente suas pernas

17) Você morre

18) Você fica inconsciente

19) Você fica enjoado

20) Você morre

Anúncios

Tire seu D&D da geladeira (a quanto tempo você não o mestra amigo?), adicione uma pitada da quarta edição para dar aquele sabor novo e um pouco de Tagmar 2 naquela velha receita agora com gostinho renovado! Amasse bem o saboroso Pathfinder junto com Conan D20 (cuidado para não exagerar…) e deixe em uma panela separada esquentando até ficar no ponto. Junte tudo e acrescente água misturada a um pouco de 3D&T Alpha (para dar aquele gostinho oriental) e ferva bem até o cheirinho da campanha nova amortecer o seu nariz!

Seria loucura misturar Pathfinder, Conan D20, D&D 4e, e 3D&T? Pode ser que não! No começo de uma nova campanha nada mais justo de agregar tudo aquilo que é bom e transformar tudo em uma mistureba generalizada de todas as coisas…

Mistureba Generalizada de Todas as Coisas (MGTC):

O motivo pelo qual não são universos é que qualquer universo em particular não chega exatamente a ser uma coisa, mas sim uma maneira de compreender o que é tecnicamente conhecido como MGTC, Mistureba Generalizada de Todas as Coisas. A Mistureba Generalizada de Todas as Coisas também não existe na prática — é apenas a soma total de todas as maneiras diferentes que haveria para compreendê-la, caso existisse uma. Douglas Adams, Praticamente Inofensiva.

Tagmar 2

Me interessei pelo projeto Tagmar 2 e quando conferi o cenário do jogo fiquei impressionado. Um mapa super detalhado (tem até download de uma versão em alta resolução dos mapas) e descrições detalhadas dos reinos e cidades importantes. Decidi dar uma chance para o cenário e eu recomendo que vocês também deem uma chance.

Conan D20

Eu simplesmente fiquei apaixonado pelo sistema de combate. Regras de bloqueio e esquiva, versatilidade em escolher lutar corpo a corpo usando força ou destreza, redução de dano nas armaduras e um monte de outras regras interessantes! Conan D20 não é só bom por ter referência ao nosso barbaro tão amado, seu sistema é singular e vale a pena conferir!

Pathfinder

Continuarei usando D&D 3.x. Pathfinder é uma evolução bem vinda, mas como está muito recente e não tenho seu livro básico ainda não a abracei por completo. Tenho muitas esperanças ao livro que já está na pré-venda vendendo horrores

D&D4e

Quarta edição de D&D da grandes lições de designer, não é toa que Pathfinder aproveita algumas lições de seu concorrente. Ele pode ter mudado demais, pode não agradar a todos, mas falar que D&D quarta edição é ruim seria no mínimo mentiroso.

3D&T Alpha

Fiquei impressionado como o Bruno BURP pegou o 3D&T Alpha e transformou no indie duelo musical 3D&T Rock Band. Mais ainda por não ter percebido o potencial de 3D&T para simular uma grande quantidade de situações. Ler 3D&T Rock Band me fez pensar que 3D&T pode ser usado em outros locais ajudando a simular certas situações de forma mais simples. E vou usar isso na minha campanha. Quando rolar  lógico que vou divulgar por aqui!

Minha campanha

Minha campanha é isso tudo! E antes que me chamem de maluco é claro que você pode pegar emprestado lições e boas idéias de outros sistemas, o que nos impede de fazer isso? Claro que sempre existirão aqueles que não gostam de mexer em nada, mas posso garantir eu não sou esse cara!

Tem nem muito o que falar né
Curte o som:

O blog é de D&D(EU SEII xD) mas também é de PlayStation(D&D4E), mas no fim todos somos NERD´s mesmo

Essa é para quem não gosta de D&D4E…

Me respondam rápido! Por que esse power é tão ironicamente engraçado?

Mas por que Texugos?!? Vocês podem estar se perguntando nesse exato momento. Por que eu perderia meu tempo em plena semana aonde o Dados Limpos completa 2 anos para falar sobre esse pequenos animais?

Por que dentro de toda a tragetória do Dados Limpos o termo mais buscado é exatamente texugo!!!

Texugo………………2,286 Visualizações

dados limpos………1,434 Visualizações

Isso mesmo! Buscam mais por texugos em meu blog que meu próprio blog! Isso tudo por culpa de uma brincadeira entre meu grupo e uma curiosa forma da terceira edição de D&D comparar o atributo Carisma. O post  Quando o mestre sai os texugos fazem a festa é constantemente linkado no orkut, fórums e blogs, as vezes me assusto quando vejo alguém na internet usar o termo texugo da mesma forma que eu emprego.

Como na quarta edição de D&D as criaturas mais comuns não tem vez, ai vai a ficha do nosso querido mascote do Dados Limpos:

Corram por que D&D4E acaba de ser invadido por texugos!!!

D&D™ e seus personagens, lugares e magias são marcas registradas da Wizards of The Coast Inc. Os termos de D&D e d20system em português são propriedade da Devir Livraria, em conjunto com a Wizards of the Coast. Nenhum material contido nessa obra é considerado GSL (Game System License) e não pode ser reproduzido sem expressa autorização de seus respectivos autores. This document is created by fans and is not produced or endorsed by Wizards of the Coast. D&D™ is a registered trademark of Wizards of the Coast, Inc. None of this material is included in the GSL (Game System License) and can’t be reproduced without authorization from his authors.

Muita gente pode não ter percebido, mas apesar de todo hype em cima da quarta edição, apesar de ter comprado os livros, eu ainda não tinha falado quase nada aqui no blog sobre o que acho da mesma.  Não gosto muito de discutir sobre um assunto que não domino completamente. Quando digo isso, falo que não joguei suficiente para tal, não li direito os suplementos lançados, nada.

Não acho justo uma resenha com impressões. É claro que é possível descrever a proposta de designer do jogo ao ler, mas nada é melhor que jogar, jogar e jogar o rpg para ter certeza. Por isso mesmo não considerei a briga de quem considera D&D4E video game. Não considerei quem falou que D&D4E era o cumulo da perfeição, que era melhor que Pathfinder, que era a ultima cereja do bolo…

Joguei até hoje uma sessão apenas de D&D4e com meus jogadores, experiência que foi escrita pelo Max e sabiamente traduzida pelo sapo no blog do meu grupo de RPG, os Dados Sujos (procurem por D&D4e no google, olha só que surpresa interessante). A sensação dos meus jogadores foi bem similar a minha, uma facilidade maior para se escolher habilidades e lutas mais difíceis, conseguentemente emocionantes.  Mas ainda acho D&D4e muito “engessado” em certos aspectos.

Mas superando qualquer espectativa, indo além do que eu imaginava, existe algo que está me convertendo para o lado “quarta edição” da força. Não sei se teria relação com meus constantes posts sobre a D&D4e no Ambrosia ou toda esse iniciativa que está sendo levantada em favor dessa nova edição ou meu conhecimento sobre o jogo que aumenta naturalmente e essa nova ideia começa a entrar na minha cabeça com mais facilidade.

Não vou dizer para vocês que gosto da nova edição. O que estou dizendo é que acho que consigo joga-la. Talvez me divertir e com o tempo até mesmo modificar certos detalhes para que a 4ª edição tenha uma cara mais “Phil Souza” como é natural em qualquer grupo. Mas lembrando, isso não é o começo de uma campanha épica. Talvez (talvez…) uma ousada viagem a taverna desconhecida do outro lado do rio. Aquela cheia de gente estranha com histórias de um lugar novo e misterioso o suficiente para nos inspirar a se aventurar. E lá vamos nós de novo…

Agressor

Ele acha que causa estrago por onde passa, o garanhão, mas é frágil que nem uma borboleta. Se diz o machão, todo mundo tem medo dele, menos a esposa e o amante dela. É o bonzão na cama e em tudo mais que lhe perguntarem. Mente descaradamente até para si mesmo. Mal passa pela porta coitado…

Controlador

Liga pra ela de 5 em 5 minutos, busca ela no trabalho, não deixa ela sair pra lugar nenhum. Cheio de truques para cercar  sua companheira. E por isso mesmo é um tremendo de um boi. Sem mais comentários, ele merece.

Defensor

O famoso corno churrasco. Bota a mão no fogo pela esposa e não aceita de forma alguma que digam qualquer coisa sobre ela. Ela é uma santa! Você chama para briga e tudo e coitado de quem te ignorar! Falou do seu amorzinho leva porrada. Corno.

Lider

Conhecido entre muitos como o Corno elétrico. Se te contam que sua esposa está te traindo você responde sem pestanejar: “To ligado”. Você mantem total controle da situação, sua esposa é boa demais para você larga-la por um deslizinho com o padeiro aqui, com o chinês da pastelaria aqui… Quando sai do trabalho liga antes avisando que está chegando e se chega de surpresa antes é o mais barulhento possível. Sabe como é, ele quer ver sua esposa feliz, todos seus movimentos são devidamente “estratégicos”…

E você? Qual seu papel na equipe?