Alguns amigos que escrevem sobre RPG estão fazendo matérias comemorando o que seria hoje o dia de ler Tolkien. (Direitos reservados ao CF)

Pois bem amigos jogadores, se vocês querem um mestre animado, cheio de idéias e de bom humor o Phil recomenda para vocês a mais nova descoberta revolucionária da ciência. Ler nunca é demais. Qualquer coisa. Bula de remédio serve. Harry Potter (arrrrghhh) ou aquela merda de Crepúsculo pode.

Pode!

Então nada mais justo, nada mais digno, para o bem de sua campanha/crônica/everything que você de hoje e nas próximas semanas, para o resto de sua vida comece a ler. Juro por tudo que me é mais sagrado que vale muito esse esforço.

Seu mestre agradece por que vai sentir que seu jogador começa a ganhar mais maturidade e misteriosamente começa a entender a historia.  E a internet agradece também pq vc naum sabia ezcreve direitu.

Leia Tolkien, de preferência O Hobbit. Leia qualquer coisa.

Até mesmo esse blog sem vergonha…

Anúncios

A Sati certa vez em uma sessão de RPG me perguntou se Migor, a devoradora de olhos não seria a palantir de Vinn. Na realidade não. Baseei Migor em um dos 7 arco iris do mago “maerlin” criados para servir o Rei Rubro, na série épica, A Torre Negra de Stephen King. Ela era capaz assim como Palantir de se utilizar de Clarividência, mas digamos que era uma clarividência diferente… São seus “olhos” que viajam para aonde a pessoa deseja ver e a pessoa verá pelos olhos da criatura capaz de enchegar que se encontra mais proxima. me pareceu diferente e isso explica o nome “devoradora de olhos”. Se o artefato não for utilizado de forma correta as orbitas dos olhos do usuário estouram por qu a viagem não tenha ocorrido da forma que devia…