Nota: Você não conhece a teoria CNS? Leia com atenção esse post do Itiro Kariya do Atsumi RPG.

Nota 2: Após ler o post leia a resposta do Fábio Sooner a esse mesmo post. Esclarece algumas confusões minhas e acrescenta por demais novas idéias a discussão.

O Fabio Sooner levantou a bola da simplicidade em jogos de RPG Indie e o por que dessa simplicidade não aparecer nos jogos mais importantes do mercado.

Quando ele questionou lembrei-me da teoria CNS e da resposta dada pelo designer da White Wolf, Ethan Skemp, a pergunta da MC Zanini sobre o por que do sistema Storytelling não abraçar apenas o lado Narrativista da teoria:

MC Zanini: Beleza. Vocês já cogitaram dar uma abordagem totalmente Narrativista [Narrativist] ao sistema Storytelling?

Ethan Skemp: Acho que seria uma experiência interessante, mas mudar tudo? Para ser franco, temos uma diversidade tão grande de fãs que acho que uma mudança como essa acabaria excluindo alguns deles. Muitos de nossos fãs adoram ter nas mãos e poder jogar um monte de d10; eles gostam do desafio Competitivista [Gamist] de fazer inimigos poderosos em pedaços dentro de um contexto de horror. E alguns fãs gostam mesmo da aleatoriedade arriscada da Simulação [Simulation]. Definitivamente, nós aqui da White Wolf gostamos de uma boa Narrativa, mas não acho que ela seja a única coisa que torna um RPG excelente. Acho que são os outros elementos que tornam o jogo tão interessante: o fato de que um RPG pode ser muitas coisas para muitas pessoas…

Fonte: Bate-papo com Ethan Skemp, da White Wolf

Não deixa de ser verdade, enquanto os jogos Indie buscam uma experiência única mergulhando dentro de um estilo jogo específico, os jogos de RPG mais famosos do mercado nos envolve dentro de características comuns nos 3 tipos. Olhando de longe pensamos em um D&D (Competitivista), GURPS (Simulacionista) e WoD (Narrativista), mas sinto que ha um pouco de cada uma dessas tendências mais ou menos presentes, mas elas estão lá.

Sinto que o irmão mais deslocado dos 3 seja o D&D que é fortemente Competitivista e não me ajuda a pensar em algo de cunho Narrativista muito forte. Mas posso estar enganado, até por que preciso perder mais tempo discutindo sobre a CNS.

Então quer dizer que formula do sucesso seria criar um rpg que tenha características dos 3 estilos agradando Deus e o mundo? Muita gente diz ser impossível, Ethan Skemp acredita que para seu Mundo das Trevas seja sim. Lembrando da antiga linha da White Wolf, o “velho mundo”, conheço exemplos de jogadores dos 3 tipos e por um momento refletindo sobre isso fiquei intrigado.

Mesmo sabendo que não é só isso que influenciaria o sucesso de um RPG, a opinião de Ethan Skemp ficou na minha cabeça e agora acabo de compartilhar com vocês… 3 é demais?

Hoje é um dia muitíssimo especial! Hoje, dia 2 de junho o Dados Limpos completa 2 anos de existência! 2 longos anos (parece uma eternidade) escrevendo sobre RPG, sobre as coisas que eu crio, participando de outros blogs, discutindo, aprendendo e me divertindo acima de tudo.

Conheci gente que eu era fã, como o J.M Trevisan, o famigerado Dr. Careca e seus textos que eu adorava ler (só fica faltando o Cassaro). Virei fã do trabalho dedicado do Fabio Sooner, eu que tinha um visão burra e estereotipada dos  “jogadores de Vampiro” passei a observar com mais cuidado os “fãs da White Wolf” e seu excelente trabalho atual, o Novo Mundo das Trevas. Descobri que dentro da Devir tem gente que se preocupa com o consumidor e está dando a cara a tapa mudando totalmente minha visão da mesma ou parte dela.

Fiz amizades incríveis, pessoas talentosas que assim como eu escrevem na internet sobre RPG por que gostam. Vide A Matilha com seus integrantes incríveis e singulares, o Tsu que começou a escrever na internet para narrar suas aventuras de Gurps Conan! O Tarmann que escrevia no falecido blog da DragonSlayer, que no primeiro comentário que ele fez eu fiquei pasmo: “uau, alguém da Dragonslayer está comentando no meu blog!!!” E indiferente da revista, revelou-se um grande empreendedor cheio de idéias maravilhosas. O Edy Abreu figurão por trás do Urina Negra e Urina de Dragão, outra criatura super divertida que não posso deixar de citar, quando eu for em Minas quero te conhecer safado! O Rey Jr do Ooze polêmico do jeito que é, mas uma simpatia que sobra e um coração idem…

Tem muito mais blogueiro ai nessa história, mas esses em especial foram aqueles que começaram a idéia do que seria o Encontro de Blogs de RPG. Encontro que se tornou real devido a boa disposição de todos os citados acima. O Encontro existiu e continuará a existir enquanto o motivo desse encontro ser o mesmo que gerou o primeiro. Pela amizade gerada após horas trocando idéias na internet, pela admiração das capacidades individuais de cada individuo por trás de seus textos, sua forma particular de escrever e criar.

Foram 2 anos aonde o Dados Limpos que começou mais como um blog de campanha e virou um blog que discute e critica o RPG nacional com humor, sempre muito humor. Nunca deixando de falar das minhas criações, por mais doidas que sejam elas… Mas foram mudanças boas, por que hoje o blog está em sintonia com seu dono, com notícias e textos que escrevo com prazer.

Prazer maior ainda quando leio comentários de leitores fieis que nunca haviam se manifestado antes. Gente que acompanha esse blog e assim como eu percebeu toda essa mudança e continua aqui, lendo minhas sinceras opiniões. Muito obrigado a todos vocês por toda a paciência nesses dois anos juntos! É bom demais estar aqui nesse espaço compartilhando toda essa alegria!

Não posso deixar de agradecer também a meu amigo/irmão/clone/ Rafael, que me apresentou ao mundo dos blogs e hoje caramba, eu escrevo muito mais que ele rsrsrs… Também a meus jogadores de RPG que são a inspiração de grande parte do que escrevo, todos eles sem exceção. E minha esposa que mesmo sem entender direito ainda o que é RPG, respeita meus gostos e está comigo para qualquer coisa.

São dois anos de Dados Limpos meus amigos! Dois anos que começaram a ser construídos sem ajuda nenhuma, em uma época que não havia muito local a se divulgar o trabalho.  Hoje, em um momento muito mais tranquilo, faço questão de trazer para os blogs todo talento que eu conseguir achar. Alias, hoje  também tenho dois talentosos colaboradores que são o Mario Kajiya do Sociophobia e o Ronaldo do Hamister Tower. Dois grandes nomes para o humor que colaboraram e continuam colaborando para o sucesso do Dados Limpos.

Tenho mais coisas a escrever hoje e durante a semana sobre isso. E como sempre, faço questão de sauda-los com o que falo com todos que comentam pela primeira vez em meu blog.

Sejam bem vindos ao Dados Limpos!!!

Before you is long, dark night waiting for the enemy footsteps and the knowledge that, while the dawn will come again, it is a long ways off and you have got no guarantees, THAT YOU

AND THOSE YOU LOVE

WILL BE AROUND

TO SEE IT.

Hunter The Vigil

hunterskull2.gif

Simbolo usado pela White Wolf para representar seu novo livro. Ok, não precisam falar nada, eu também já percebi…

Ou Caçador, A Vigília, nome do novo livro do Novo Mundo das Trevas da White Wolf. Um livro sobre humanos que se tornam caçadores de seres sobrenaturais, seus recursos, sua organização. Livro que acompanhei até agora nas prévias traduzidas por Fabio Sooner no Blog WodBrasil Scoop e está me impressionando. Táticas de combate criadas entre caçadores, organizações secretas com uma proposta muito boa e um livro que promete gerar caçadas (bom, vigílias…) para todos os gostos e estilos.

logo-hunter-the-vigil.jpg

Após a reformulação dos cenários e boas surpresas como Changeling – The Lost que é um dos mais famosos filhos da nova edição de forma incrívelmente diferente de seu irmão mais velho, estou gostando muito desse Novo Mundo das Trevas. Mais que isso, estou ansioso por Hunter – The Vigil, que sai dia 6 de agosto e terá seu playtest disponibilizado gratuitamente amanhã, como divulgado pelo Fabio. Acho que vou ter algo divertido pra testar com meus jogadores na próxima semana…

Ah sim! quem estiver interessado, a pré venda de Hunter está sendo feita no Amazon clicando na imagem abaixo:

 

hunter-the-vigil.jpg

Nota: Espero que ninguém tenha percebido que meus antigos posts sobre o World of Darkness eu tinha colocado como categoria “Word” of Darkness. Parece até golpe de desenho japonês…